domingo, 23 de Novembro de 2014

De hoje


Cada vez mais é acerca de tu encontrares alguém com quem te sintas bem a todos os níveis. E quando eu digo a todos os níveis, não digo a 70 ou 80%. Digo a 150, 200%. É encontrares alguém com quem tenhas uma cumplicidade extraordinária, daquelas em que tu nem precisas de falar para a pessoa saber o que estás a pensar. É saber que apesar da pessoa não gostar de certas coisas que tu gostas, pois também se torna aborrecido partilharem t-o-d-o-s os interesses e claro, há que haver um espaço de diferenciação de um para o outro (e aqui acho que há muita gente que falha porque logo que é formado um "nós" as pessoas esquecem o seu lado pessoal em prol da relação. Passa a haver uma só pessoa constituída por dois seres e para além de isso não ser saudável, na minha concepção é extremamente obsessivo e cruzes credo, nunca na vida quereria isso) ou mesmo de alguns aspectos da tua personalidade (I mean, ninguém é perfeito e todos temos as nossas imperfeições), tu continuas a saber que aquela pessoa te aprecia mesmo no teu pior e te respeita e te defende apesar de mostrares o teu lado negativo às vezes, porque sabe que tu não és assim, não és antipática/idiota/rude/mal-disposta/etc etc, foi apenas um momento mau o que não significa, de todo, que sejas uma pessoa má.

sexta-feira, 21 de Novembro de 2014

De hoje


Descobri que estou de pé atrás com o amor. Acho que me tornei muito cínica e muito negativa relativamente a este assunto. Não é tão triste quando temos 22 anos e pensamos desta maneira?

I found out that I became cynical and really negative about love. Isn't it sad when you are 22 years old and you think this way?

me


"I didn't want to be seen. I wanted to be... Significant"
-House of Cards